Portal da Cidade Igrejinha

ANÁLISE DA REALIDADE

Auditoria interna: Prefeitura de Taquara examinará situação da administração

Objetivo é conhecer a estrutura financeira e de funcionalismo de todos os setores ligados ao executivo e encaminhar possíveis irregularidades.

Postado em 06/01/2021 às 13:05

Reunião da prefeita Sirlei Silveira com o procurador Jurídico do Município, Thiago Feltes Marques, e com o secretário de Administração, Orçamento e Desenvolvimento Econômico, Jefferson Allan Müller, nesta quarta (Foto: Cris Vargas)

A Prefeitura de Taquara passará por uma auditoria interna estrutural, em todos os setores e secretarias vinculadas ao Executivo, durante 15 dias. A medida foi decidida na manhã desta quarta-feira (6), após reunião da prefeita Sirlei Silveira com o procurador Jurídico do Município, Thiago Feltes Marques, e com o secretário de Administração, Orçamento e Desenvolvimento Econômico, Jefferson Allan Müller.

Desde terça-feira (5), a Prefeitura está com expediente interno para organização administrativa. No entanto, a equipe de trabalho viu a necessidade de abrir uma auditoria, com o objetivo de melhor analisar a realidade do Município em relação à estrutura funcional, orçamentária, bem como contratações em vigor, que foram fornecidas de modo parcial durante a transição. “A intenção é conhecer dados fundamentais para possibilitar a implantação de projetos, programas de governo e políticas públicas a partir do exercício do novo mandato, assim como regular a situação do patrimônio, contratações e estrutura de pessoal vinculadas ao executivo”, destacou Thiago.

De acordo com o decreto assinado na manhã desta quarta, cada secretaria deverá apresentar um relatório formal e detalhado sobre a estrutura física do espaço que atualmente ocupa, catalogando todos os bens patrimoniais que compõem a pasta, bem como apontando eventuais lacunas a sanar e examinar. Também deverá ser apresentado um levantamento da situação financeira da mesma dos últimos quatro anos, contendo especificação completa das receitas e despesas ocorridas.

A intenção da auditoria é, também, conhecer o quadro funcional que compõe cada secretaria ou órgão, relacionando o nome do servidor, o cargo que ocupa, as funções que desempenha na prática, assim como condutas e posturas que possam ser objeto de procedimento administrativo investigativo. O pente-fino passará, inclusive, pelos contratos administrativos, convênios, parcerias e demais pactos em vigor, apontando dados quanto ao objeto, valor global ou unitário, prazo de vigência, nomes dos fiscais responsáveis, intenção de manter ou rescindir. Todas as irregularidades encontradas serão analisadas em processo administrativo especial.

Fonte:

Receba as notícias de Igrejinha no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Mais Lidas