Portal da Cidade Igrejinha

SERVIÇO REFERÊNCIA

Hospital de Igrejinha realiza cirurgias bucomaxilofaciais minimamente invasivas

O serviço conta com um ambulatório para atendimento a convênios e particulares, que são realizados todas às terças-feiras pela manhã junto ao HBP.

Postado em 08/06/2021 às 11:15

(Foto: Divulgação / HBP)

O Serviço de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial (CTBMF) do HBP é uma das principais referências nacionais em cirurgias de face, atualmente prestando atendimento particular, convênios e sendo referência para o cerca de 40 municípios via Sistema Único de Saúde (SUS).

Neste ano os profissionais passaram a realizar cirurgias minimamente invasivas da articulação temporomandibular. "Tratam-se de procedimentos que já eram realizados pelo serviço desde 2013, quando iniciaram as atividades no HBP. Contudo, agora, em função de treinamentos feitos no Brasil e na Europa desde 2018, e também a partir da aquisição de instrumentais e equipamentos específicos, várias das cirurgias que antes eram realizadas por técnicas cirúrgicas convencionais podem ser realizadas por vídeo e de forma minimamente invasiva, não exigindo mais um período de internação e praticamente levando a zero as complicações pós-operatórias”, conforme os doutores Thiago Calcagnotto, Vinícius Salim Silveira e Leonardo Tonietto, que compõem a equipe que coordena o Serviço de CTBMF da casa de saúde.

O serviço conta com um ambulatório para atendimento a convênios e particulares, que são realizados todas às terças-feiras pela manhã junto ao Centro de Especialidades do HBP.

"Eu não conseguia comer direito já fazia uns 4 anos. Minha articulação fazia barulhos que assustava até as pessoas que estavam do meu lado. Hoje, menos de 30 dias depois da cirurgia, minha vida é normal. Como de tudo, não tenho mais dores e barulhos. Até minha mulher diz que eu durmo muito mais tranquilo à noite", explica um dos pacientes entrevistados durante a sua consulta de retorno. Ele ainda relata estar impressionado com o tempo de permanência no hospital. "Cheguei às 13h30. Nem vi o procedimento, pois eu fiz com anestesia e às 17h eu já estava indo pra casa", finaliza.

Fonte:

Receba as notícias de Igrejinha no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias

data-matched-content-ui-type="image_stacked" data-matched-content-rows-num="2" data-matched-content-columns-num="3">